DIGA NÃO AOS TRANGÉNICOS! VOCÊ TEM O DIREITO A SABER O QUE COME!

O que são Transgénicos?

Os transgénicos são organismos geneticamente modificadas, criados em laboratórios, e as quais sofrem alterações no seu ADN. A sua estrutura genética é assim alterada de acordo com as necessidades do produtor, e atribuindo a estes alimentos características especificas. Com esta técnica é possível fazer combinações incalculáveis entre plantas, bactérias e animais.

Porque é que existem transgénicos?

Segundo as empresas de biotecnologia (leia-se multinacionais, originalmente especializadas em produtos químicos e farmacêuticos, como por exemplo a Monsanto, produtoras de insecticidas, herbicidas e fungicidas) são introduzidas características nestes alimentos que os permitem resistir a pragas, doenças, herbicidas, geada etc.

A verdade é o que está em causa é os interesses destas mesmas empresas e o lucro dos seus accionistas e não o interesse e bem-estar público.

Como é possível uma planta resistir a tudo isso por si só?

  • Desenvolveram-se plantas geneticamente modificadas que produzem o seu próprio pesticida.

  • Introduziu-se nestas plantas genes que lhes conferem resistência a organismos patogénicos.

  • Foi descoberto num peixe das águas do Árctico um gene que impede a formação de gelo e foi introduzido o seu ADN no do tomate e do tabaco. Assim produz-se uma proteína que impede a formação dos cristais da geada.

  • Foram desenvolvidas plantas de modo a aumentar a sua capacidade de absorver metais pesados e outros contaminantes do solo e diminuir assim o problema da poluição do solo e dos lençóis freáticos.

  • Várias empresas têm tentado inserir em alimentos os princípios activos de determinados medicamentos e vacinas.

Quais são os verdadeiros perigos dos transgénicos para a saúde?

  • Os alimentos geneticamente modificados que se encontram à venda não foram submetidos a testes para avaliar o seu efeito no sistema imunitário humano – a colocação destes alimentos nas prateleiras de supermercados é uma experiência onde “Nós” somos a cobaia.

  • Muitos dos alimentos geneticamente modificados à venda contêm proteínas cujo potencial alérgico nunca foi testado.

  • Já foi confirmada a transferência de substâncias alergénicas para os humanos.

  • Num estudo em que foram alimentados ratos com um tipo de batata geneticamente modificada, observou-se que o sistema imunitário dos animais ficou debilitado e que os seus órgãos internos foram afectados.

  • Como consequência do processo de transferência de genes, pode-se observar o aparecimento de novas toxinas ou o aumento da concentração de outras já existentes, eventualmente tornando-se perigosas (e cuja quantidade, antes, não era suficiente para causar problemas).

  • Causar resistência a antibióticos.

  • Aumento de casos de cancro, pois há um aumento dos resíduos de pesticidas e herbicidas nas plantas.

  • Investigadores da Universidade do Michigan, nos EUA, descobriram que algumas plantas geneticamente modificadas resistentes a vírus podem fazer com que estes mesmos vírus se mutem para novas formas altamente virulentas. Os vírus modificados podem causar doenças em animais e humanos cujo tratamento pode ser muito complicado.

Em Portugal existe cultivo e comercialização de transgénicos?

Sim em Portugal o Ministério da agricultura aprovou a plantação de milho transgénico. Mas após verificar que não existia meios para saber ao certo as consequências negativas do consumo e plantação do mesmo suspendeu as autorizações. Devido às falhas de fiscalização que afectam todas as áreas no nosso pais, é impossível precisar a quantidade de Transgénicos cultivados e onde. Existe no entanto uma estimativa de 1300 hectares em 1999 maioritariamente no Ribatejo e Alentejo. Actualmente existe a certeza que não há cultivo de nenhuma espécie de transgénico em território português.

No entanto com o aumento de produtos importados a comercialização é provável, nomeadamente produtos vindos do outro lado do oceano (como por ex. EUA, Argentina e Canadá). Existem vários derivados desses produtos nos nossos supermercados. Mas apesar de ser obrigatória a rotulagem destes produtos (desde 1998) esta lei é desrespeitada e confusa, não permitindo assim esclarecer os consumidores nem permitir que estes possam escolher não consumir estes produtos.

O que posso fazer para evitar os transgénicos?

Um estudo revelou que praticamente todos os portugueses já consumiram substâncias transgénicas mas ainda vai a tempo de parar. Contudo todos os alimentos que tenham como ingredientes, milho, soja, amido de milho, óleo de soja etc. são os que mais provavelmente contêm Transgênicos, por isso deve ter cuidado com alimentos como bolachas, pão, chocolates, papas, cereais, margarina, iogurtes, óleo vegetal etc. Como a rotulagem destes produtos apesar de ser obrigatória não é cumprida a alternativa mais segura e fiável aos transgénicos é:

  • Exigir a identificação ou pedir a identificação dos alimentos geneticamente modificados nos supermercados. Também pode faze-lo em estabelecimentos públicos como por exemplo restaurantes, cantinas etc.

  • Boicotar as marcas que utilizam estes alimentos.

  • Adquirir apenas alimentos originários de agricultura biológica (verifique sempre a rotulagem e selo de garantia).

  • Consumir produtos de marcas que já tenham declarado não utilizar alimentos OGM.

Esperamos que com este texto tenha consciência dos perigos que corre ao ingerir alimentos que nada sabe a sua origem, e de como está neste momento a fazer parte da maior experiência genética da história.

36 thoughts on “DIGA NÃO AOS TRANGÉNICOS! VOCÊ TEM O DIREITO A SABER O QUE COME!

  1. Bom, há muitos anos comemos alimentos trangenicos sem saber, pois quando faltava algum grão no mercado, ex:arroz, vinha importado da argentina, e lá cultivam praticamente só plantas transgenicas.
    Uma planta transgenica usa cerca de 1/3 de agrotoxicos que uma convencional, quer dizer, vai menos produtos toxicos para o grao e diminui a poluiçao ambiental.

    Gostar

  2. Pingback: Homepage

  3. Deve ser muito chato mesmo não ter a menor sagacidade para colocar algum comentário, não ter a menor formação cultural ou social para analisar certos assuntos de maneira crítica no sentido representativo, não ter a menor densidade necessária para questionar nas enquetes de maneira inteligente e refletida.
    Deve ser muito chato mesmo só ter em mente os mesmos níveis repetitivos e solitários de apelação com tema único do mesmo assunto e as mesmas birras e picuinhas, querer se impor com ignorância para tentar superar o que faltou lá atrás, .. assolar sempre a mesma tecla da ignorância se fazendo de arrazoado para si mesmo só para deitar a cabeça no travesseiro, .. tudo isso é muito, muito chato mesmo …tem uns aqui que usam jornais só prá tapete, livros só prá apoio de vaso, e revistas só prá ventilar peido…….

    Gostar

  4. Sinceramente fico também envergonhado de ver que estamos na maõs das indústrias e os governantes corruptos nada fazem pra impedir a matança generalisada da população desinformada,que sofrem nos filas dos hospitais porque somos o que comemos,se comemos veneno o que se pode esperar.

    Gostar

  5. Sinceramente, às vezes sinto até vergonha de ser brasileiro quando vejo tanta desinformação, falta de seriedade e falta de educação em alguns foruns.
    Esse artigo é sério. Fala sobre só mais uma medida que faz parte de uma série de implementações que vêm prejudicando a saúde das pessoas mundialment. Só quem é muito ingênuo para acreditar que tudo que as indústrias fazem é para o bem das pessoas. Eles só querem lucros otimizados custo o que custar, ainda que seja a sua saúde.
    Parem de ver big brother e futebol e vão se informar, acordem e deixem de ser “velhinha de Taubaté”.

    Gostar

  6. Participar de um banquete de doentes por tesouros e riquezas, é termos a nossas mesas alimentos transformados como tais. Os que os vendem não se importam com quem vai morrer, mas com quantos vão lhe dar lucros. Desejo que tenham no seu banquete e se fartem cada um dos frutos das maldades que plantaram para os outros.

    Gostar

  7. Gostaria de deixar meu comentário em resposta a algum comentário que foram descrito acima, em relação porque sou contra ao trangenico em primeiro lugar não houve nenhuma pesquisa concreta afirmando que os OGM não fazem mal a saúde ou ao meio ambiente .
    Em segundo quando uma planta, por exemplo, é pulverizada com pesticida e não morre essa resistência dela não quer dizer que ela é boa, mas que ela sistematizou em seu sistema este pesticida significando que estará presente no seu produto final ,terceiro o termineito se uma planta é capaz de matar os inimigos naturais , o que será que estaremos digerindo no alimento final, não vai fazer mal também ,
    Por fim tenho muito outro motivo mais quero deixar algumas de minha preocupação aqui, pois o futuro depende de nós, estamos nos informamos, e o principal a pratica de garantir a preservação das nossas sementes que ainda não foram contaminadas para que não percamos de uma vez, o que ainda é patrimônio da humanidade,

    Qualquer coisa podem entrar em contato com migo pelo e-mail neyemst@yahoo.com.br

    Gostar

  8. Caros

    Encaminho minhas dúvidas sobre a introdução de leveduras transgênicas no Brasil, que podem produzir diesel apartir da cana de açucar. Conto com vosso apoio para que este processo seja devidamente pesquisado e devidamente avaliado por nosso governo e entidades de pesquisa.

    Ao CTNBio

    Fico grato com a informação que a Amrys possui autorização do CTNBIO para algumas atividades conforme resposta do Senhor Doutor Rubens José do Nascimento.

    Entretanto, creio que minhas dúvidas e preucupações não foram completas entendidas. dessa forma gostaria de reformular minhas perguntas.

    Como é sabido, as leveduras são encontradas de forma nativa nos canaviais, de onde são coletas e estudadas para se obter uma maior produção de etanol, ou uma cachaça com melhor sabor.

    Como é conhecido, nos processos industriais de fermentação, apesar dos controles tecnológicos, nem sempre a levedura colocada para realizar a fermentação, é aquela que irá dominar o ambiente da dorna de fermentação, haja vista que ocorre contaminação de leveduras que vem do canavial junto com a cana-de-açúcar.

    Dessa forma, se houver a contaminação dos canaviais por uma levedura geneticamente transformada para produzir algo parecido com o diesel, esta levedura poderá chegar até nossos alambiques artesanais. Saliento a contaminação da soja nacional por soja transgênica.

    Considerando o exposto e que a cachaça é uma bebida produzida de forma artesanal e com baixo controle de qualidade em todo o Brasil, corremo o risco destas leveduras chegarem a nosso canaviais e a nossos alambiques.

    Qual é efeito no organismo humano de ingerir o diesel da Amrys?

    Que percentual seria tolerável para o organismo humano.

    Atenciosamente

    > Date: Tue, 7 Jul 2009 16:05:24 -0300
    > From: rjose@mct.gov.br
    > To: luckluciano99@hotmail.com
    > Subject: Respostas a dúvidas
    >
    > Caro Sr.,
    > Em resposta as questões postuladas informamos que:
    > 1- A empresa Amyris está credenciada junto a CTNBio e está autorizada a
    > desenvolver as seguintes atividades com OGMs: pesquisa em regime de
    > contenção, avaliação de produtos, produção comercial e comercialização;
    > 2- Não há a possibilidade de transferência de caracteristicas, como
    > postulado pelo Sr., de uma levedura para um planta. Em consequência
    > disso a cana-de-açúcar não apresentará caracteristicas de combustiveis
    > (cheiro, odor ou gosto). Tanto é assim, que se o Sr. for hoje a um
    > canavial em região produtora de alcool e chupar a cana-de-açúcar ela não
    > apresentará gosto de alcool.
    > 3- O processo fábril que emprega leveduras só ocorre quando as condições
    > do ambiente são propicias (temperatura, nutrientes, pH, etc). Como o Sr.
    > deve saber todo o processo industrial é realizado em tanques de
    > fermentação em condições controladas e o produto final deste processo é
    > produto da fermetação (álcool ou no caso substâncias com a
    > caracteristica de combustíveis fósseis).
    > Boa tarde
    > Rubensv

    Gostar

  9. Sugeria que moderassem os comentários para que apenas comentários decentes e escritos em português correcto aparecessem.

    Gostar

  10. Chico
    Maio 30, 2008 às 10:46 pm
    Isso já foi tudo calculado para reduzir a população. Jamais esses satanistas maçons vão se preocupar com alguem.

    (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk) viajou legal…satanistas maçons?
    CUIDADO O MUNDO ESTÁ CHEIO DE CIENTISTAS SATANISTAS MAÇONS QUE QUEREM DIMINUIR A POPULAÇÃO oO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK…

    ¬¬ ninguém merece ler tanta merda né…se vc é contra ou não ao menos dê um argumento válido…por favor né…quando a gente não sabe o q dizer é melhor guardar pra nós a nossa opinião ;)

    Gostar

  11. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk MEU DEUS cada coisa que escrevem (muito sem noção) MATARAM O PORTUGUÊS QUASE EM TODOS OS COMENTÁRIOS KKKKKKKKKKKKKK….gente se informem primeiro antes de falar besteira…os transgênicos nem sempre são prejudiciais a saúde…
    o OGMs não são ruins assim,pelo contrário,ajudam muitas vezes um alimento a ficar melhor…e imune a muitos vírus que prejudicam a nossa saúde…a única coisa com que devemos nos preucupar é que os trangenicos nao caiam em mãos erradas…ele é bom..se cair em boas mãos e vai ser ruim…se for produzido de qualquer maneira…
    PARA OS QUE SÃO CONTRA: JÁ Q NÃO QUEREM COMER OS TRANSGENICOS AVALIEM OS PRODUTOS QUE COMEM UÉ (TÃO FÁCIL ¬¬)
    CUSTA DAR UMA OLHADINHA NAS INFORMAÇOES NUTRICIONAIS?
    o mundo necessita de menos ignorância ;)
    Obrigada pela atenção (se alguém ler isso ¬¬)

    Gostar

  12. oieeeeeeeee
    su pobreeeee e vi aka tira meu pobrema o q eu nao intendu nada diiso ocês me aum de explicada isso?
    agradeçu de coraçãaaao e mandu uma beijãoo pa ces todus

    Gostar

  13. Os ogm´s são mto mais fiscalizados que os alimentos normais. Vcs correm um risco mto maior de ter problemas de saude com um tomate “normal” que na verdade tah cheio de pesticidas! Em vez de simplismente dizer que faz mal procurem se informar direito p n falar besteira.

    Gostar

    • concordo com vc. acho que os trangenicos são uma forma menos agressiva de matar a fome do mundo.paises desertos podem ter a acidez de seu solo adptado poe plantas mais resistentes e produzir alimento de qualidade para seu povo , a posssivel cura de males que devastam a humanidade e outras coisas enfim com responsabilildade tudo pelo bem de todos
      um abraço ana .

      Gostar

  14. eu acho que tÊm muita gente ignorante,uma ignorância até inocente,por ñ saber do que se trata um alimento ogm,vcs que dizem ser contra entendem de biotecnologia?Por acaso saberiam explicar o q são os ogm’s?se não permitir as pesquisas, como saberemos se esses produtos nos trazem algum dano?A medicina já teve vários avanços,como a insulina por exemplo q melhora a qualidade de vida de muitas pessoas….pense e reflita ,as vezes vcs (os do contra)estão dizendo q não comem “porcaria” mas podem já estar comendo mesmo sem saber!!!!!!!!!!!

    Gostar

  15. eu sou a favor dos trangenicos…pq eu naum me importo se eu morre por causa de comida..qm vai paga são as pessoas que produziram…hahahahahaha
    brincadeira..eu nao sou a favor dos trangenicos..pois tenho medo de comer algo que não sei de onde veioo.:D

    Gostar

  16. cada pessoa tem o direito de saber o que come e tambem a obrigação de avaliar os produtos q nos comemos,por exemplo olhando a data de fabricação e denunciar qualquer especie de adulteração de alimentos porque se iremos pagar pelos alimentos podemos exigir o melhor

    Gostar

  17. uma opção é tentar identificar esses produtos e não conssumir. també orientar aos outros sobre tais riscos.
    não dá pra entrar na onda!!!

    Gostar

  18. ainda bem ki eu não como essas porcarias
    to so na carne i olha la
    i u bagulhu so tah modifikadu num tah cum venenu
    i se tive,melhor vai te + imprego
    teremos + quilidadi di vida

    Gostar

  19. Os alimentos transgenicos, estão sendo comercializados em alguns produtos e para que isso seja feito várias pesquisas foram realizadas e visto que hoje em dia a fiscalização em alimentos é muito grande portanto os alimentos que contem tarnsgenico é mto mais fiscalizado do que um alimento normal. Portanto nao há o porque d se preocupar com os ogms pois eles passam por um controle de qualidade de responsabilidade, e nada é liberado para o consumo humano sem dua devida fiscalização.

    Gostar

  20. os alimentos trangenicos precisam ser rotulados
    para que os consumidores saibam o que estao comendo
    porque sinao as pessoas que tiverem por exemplo
    alergia a soja consumirem o alimento geneticamente modificados
    pode ter uma reaçao alergica muito forte
    o governo precisa rotular os alimentos
    as pessoas precisam saber o que comem

    Gostar

Deixa uma ideia!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s